LOGO e
Por que florestas de eucalipto no Brasil?

O eucalipto é uma espécie de árvore nativa da Austrália e está entre as mais eficientes em termos de captura de CO2.
De fato, as árvores de eucalipto quando plantadas em regiões com
alta pluviosidade e alto fotoperíodo têm um crescimento muito rápido e consequentemente uma das mais altas taxas de captura do mundo

O eucalipto, plantado em regiões tropicais caracterizadas por chuvas abundantes como as de nossos projetos, representa um eficiente “Carbon Removal”, ou seja, uma máquina de captura de
CO2.

As árvores em geral possuem essa função, mas o eucalipto de todas é a que o faz com a maior eficiência.

Os principais benefícios de reflorestar áreas degradadas com esta espécie são:

  1.  Máxima absorção de CO2: No Brasil, graças a um fotoperíodo mais longo e chuvas abundantes, o eucalipto tem  um crescimento mais rápido e, portanto, uma altíssima
    eficiência na captura de CO2
  2. Alta produção de oxigênio: Graças à fotossíntese da clorofila, as plantas têm a capacidade de transformar CO2 e H2O em O2 e glicose, de acordo com a seguinte equação:

6CO2 + 6H2O + energia solare                      C6H12O6 + 6O2
Mais moléculas de glicose formam a celulose, o principal componente da madeira. O eucalipto em ambiente tropical também captura CO2, mas o faz com uma eficiência 5 vezes maior do que
as espécies arbóreas em zonas temperadas

  1. Menos consumo de água do que outras espécies: O uso de água do eucalipto é de 306 litros/kg de biomassa total, o que é um dos mais baixos quando comparado com espécies arbóreas como o carvalho (400 litros/kg), e culturas agrícolas como o milho (1.000 litros/kg) e o algodão (3.200 litros/kg).
  2. Baixo consumo de nutrientes do solo: As plantas precisam de nitrogênio, fósforo e potássio (NPK) para seu desenvolvimento. As árvores de eucalipto têm uma das menores taxas de exigência com 4,8 (kg/hectare/ano) de nitrogênio, 1,3 de fósforo e 6 de potássio. Isto é inferior ao de outras espécies como o choupo ou o salgueiro.
  3. Não provoca o ressecamento do solo: As espécies de eucalipto têm uma profundidade de raiz entre 0,5 e 1,5 metros, seu sistema radicular é mais especificamente adaptado para utilizar a umidade do solo fornecida pela precipitação do perfil superior do solo, em vez de ser proveniente do lençol freático a uma profundidade considerável. Por este motivo, a espécie contribui para o não ressecamento do solo.
  4. Possui uma baixa taxa de inflamabilidade: Infelizmente, os incêndios florestais ainda são
    um fenômeno no Brasil. Os eucaliptos têm um dos parâmetros mais baixos de carga de combustível, assim como uma baixa altura de chama, o que permite que os incêndios sejam melhor controlados se necessário
  5. Protege a biodiversidade: As árvores de eucalipto plantadas em nossos projetos atuam como corredores biológicos que reconectam a floresta nativa do Cerrado com a área recém reflorestada, dando aos animais uma zona de refúgio e proteção

Altre notizie

Contate-Nos

Envie-nos um e-mail para mais informações

Email de contato

Pedir informação

chama